Especialistas em Imobiliário no Algarve

Dicas para vender sua propriedade em 2021 - ajude-nos a ajudá-lo

Autor: Togofor Homes - artigo publicado na Tomorrow Magazine Julho 2021

Sexta, 02 Julho 2021 - Guia

Se está a pensar em colocar a sua propriedade no Algarve, no mercado num futuro próximo, existem alguns pontos importantes que gostaríamos de lhe lembrar.

Além da apresentação óbvia da sua propriedade para visitas - certificando-se de que está limpa e arrumada - os clientes de hoje são mais exigentes e solicitam muitas informações. Assim, quanto mais soubermos sobre o seu imóvel, melhor o podemos promover, filtrar e direcionar os clientes certos, garantindo-lhe uma venda tranquila e ágil.

Documentos do Imóvel

É possível que tenha os originais dos documentos aquando da compra da sua propriedade ou, o seu advogado pode ter ficado com eles. Verifique se dispõe dos documentos necessários e tenha-os à mão para dar uma cópia ao seu agente. Isto ajuda a dar uma ideia precisa do valor do imóvel e a agilizar a angariação e publicidade do mesmo. Normalmente, irá precisar de fornecer cópias dos seguintes documentos:

  • Licença de habitação ou licença Pré 1951 (Alvará)
  • Certidão Registo Predial
  • Documentos Fiscais (Cadernetas Urbanas / Rústicas)
  • Certificado energético válido ou certificado de isenção
  • Ficha Técnica para imóveis construídos após março de 2004

 

Além disso, recomendamos que informe o seu agente do seguinte:

IMI -  taxas anuais, custos de condomínio e custos de funcionamento

A maioria dos clientes pergunta desde logo por estes custos, para lhes dar uma ideia das despesas gerais da propriedade. Não se esqueça de adicionar custos de limpeza, manutenção do jardim ou da piscina.

 

Dados de receita de arrendamentos

Se arrendar o seu imóvel por meio de uma agência de administração de propriedades ou de forma privada, este é um grande argumento de venda - então, dê ao seu agente uma ideia desses números. Para clientes que procuram investir para obter receitas de arrendamento, esta informação junto com os custos operacionais, é extremamente importante. Informe o seu agente imobiliário quando a temporada de reservas começar e certifique-se de que potenciais compradores possam visitar o imóvel - pelo menos, durante os dias de transição. É difícil quando o cliente quer ver, o vendedor quer vender, mas o imóvel está arrendado e a imobiliária terá que tentar conciliar, sem desiludir o potencial comprador nem incomodar os inquilinos. Deverá haver sempre um bom acordo entre todos.

 

Plantas e alterações

Desde que adquiriu o imóvel, mudanças internas como: cozinhas, casas de banho e pequenas reformas geralmente não são um problema. No entanto, alterações externas como aumentar a área útil da propriedade, cobrir / fechar terraços, instalar uma piscina, construir uma garagem, adicionar / realocar janelas e portas, estender para cima ou lateralmente, devem ser solicitadas e registadas na câmara local, submetendo projeto para aprovação para poderem prosseguir (com licença habitacional = Alvará). Após a conclusão da obra, este é então atualizada nos documentos do imóvel (Certidão Predial e Caderneta Urbana). Sem isso, as alterações não podem agregar valor ao imóvel (especialmente no caso de pedidos de hipoteca) e podem afetar o seu estado (se for anterior a 1951), causar sérios atrasos na compra e, no pior cenário, receber ordem para serem removidas. Alterações externas também podem causar um atraso ou possível recusa para o novo proprietário para uma unidade de AL (Alojamento Local = licença de arrendamento turístico). Mesmo que já tivesse uma licença antes das alterações serem feitas. Forneça uma cópia das suas plantas, para que os clientes possam ver o layout e para que nos possa dizer todas as alterações que fez entretanto.

Se tiver dúvidas sobre qualquer um destes assuntos, se precisar de informações úteis, conselhos ou recomendações, não hesite em contatar-nos.

Versão online da revista Tomorrow: Tomorrow Magazine - July 2021 (Printed Version) (tomorrowalgarve.com)